domingo, 22 de agosto de 2010

Aquela bailarina!





Sabe aquela bailarina?
Aquela...
Que suspira uma pirueta!
Ela não possui direito nenhum. Metade dela é dança, a outra, também é.
Pede a Deus que  nunca a deixe cair.
Vejo aquela bailarina dançando sobre uma nuvem.
Ela chama a atenção de todos.
Mas  não enrubesce.
Ela  dança com as lembranças no seu  pensamento.
Conduz cada “passe” ao coração.
Queria ser como aquela bailarina.
Ter uma sapatilha formada de sonhos.
Ela se equilibra e não cai
Ela imagina e faz.
Ela gira sem medo de perder a direção.
Ela faz seu destino bailando.
Aquela bailarina! Que vive em uma velha caixinha de música de onde soam os melhores acordes.
Aquela bailarina com a inocência de uma criança. Que conquistou o mundo com sua dança.
 Seu olhar mostra a emoção do que faz.
Ela é transparente como uma gota.
Em seu mundo parece não existir turbulencias.
Queria ser como ela.
A bailarina que não tem asas e pode voar.
Que ama as rosas apesar de seus espinhos.
Não sabe de onde nem o que há de vir. Ela apenas confia.
Ela tem uma visão.
Ela dança.
E eu quero ser como ela.

3 comentários:

  1. Sonhar...
    Isso sim que é coisa de genio
    Quero ser q nem ela
    Poder se dedicar ao maximo ao que quer
    Sem soberba, sem inflamação de ego.
    Fazendo as coisas perfeitamente apenas
    Porque gosta do que faz
    E não se importar com as barreiras
    E as angustias q seu caminho tem...
    Ser isso é determinante
    É totalmente estimulante
    A ser algo de se admirar!!!

    ResponderExcluir
  2. bailarina de sorte...
    parabens, otimo texto...

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso este texto
    Parabéns!

    ResponderExcluir