domingo, 31 de julho de 2011


Deixe-me viver; Deixe-me levar; Deixe-me pensar que ainda é verão. Que muitos dias feitos de raios de sol virão. E que vários dias felizes floresceram.
Deixe-me correr para qualquer lugar; Para algum lugar que não tenha direção. Deixe-me descobrir. Deixe-me ver e sentir, que em cada esquina dessa vida, uma nova paixão irá nascer e um novo amor irá surgir. Deixe-me morrer de saudades. Deixe-me voar. Deixe-me pensar que posso alcançar o céu – Porque um dia sei que irei mesmo alcançá-lo. Deixe-me correr junto a brisa, em pleno céu aberto, sentir o cheiro de urzes no campo e depois ter minha visão ofuscada pelo lindo pôr do sol. Deixe-me encantar mais uma vez pelo o que todos dizem estar perdido. Estar extinto. Deixe-me resgatar o brilho e a magia que existe no amanhecer de um dia e no florescer de uma rosa em plena alvorada. Só quero que me deixem viver cada detalhe escondido aos olhos do mundo, que como um milagre, se revelam por alguns minutos no meu dia.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Faz tempo


Faz tempo que não nos vemos; Faz tempo que não sei como ainda consigo caminhar sem ter você ao meu lado; Faz tempo que não contemplo teu sorriso de anjo; Faz tempo que não escuto seus conselhos. Nem sinto o tom da sua suave voz, em uma tarde com um sol poente, em frente a um antigo rio; Faz tempo que não me sento em um banco com alguém para conversar sobre o reino dos céus; Faz tempo que não riu um riso sincero de inocência e de alegria com a minha melhor amiga; Faz tempo que não abro meu coração para ninguém. Já faz tempo que sangro de saudades... E só trazendo sua lembrança que pareço estancar um pouco essa hemorragia. Já faz tempo que não danço com os pés nas nuvens, acompanhada desse anjo que sabia o que eu sentia em apenas um olhar. Que era minha guardiã... Que até hoje é meu orgulho e meu exemplo de lealdade! E eu queria deixar esse recado para a pessoa que era parte do meu dia, e que por causa da vida, já faz um bom tempo que não a vejo. Ainda digo que por mais que meu corpo esteja longe... A minha alma a sente e meu coração chora quando o dela chora. Já parei de dançar, porque, não tenho mais aquela que sabia guiar e dizer o caminho para onde minhas sapatilhas deveriam rodopiar. Mas eu sei que mesmo longe eu a sinto por perto. É como os olhos do nosso Pai no céu... Eles estão longe, mas sempre estão sobre nós.  E jamais se esqueça amiga, eu nunca vou desistir de você. E pela sua vida vou interceder. Mesmo que eu esteja longe. Meu amor vai te encontrar, porque, você é impossível de esquecer!

                                                         Para a melhor do mundo: Francy

sábado, 16 de julho de 2011

O mal não existe!


Professor:
- Eu vou provar para vocês, que se Deus existe, então ele é mal. Deus criou tudo que existe? Se Deus criou tudo, então Ele criou o mal. O que significa que Deus é mal.
Aluno:
- Com licença, professor... O frio existe?
Professor:
- Que tipo de pergunta é essa? Claro que ele existe. Você nunca ficou com frio?
Aluno:
- Na verdade senhor, o frio não existe. De acordo com as leis da física, o que nós consideramos frio é na verdade ausência de calor. Professor, a escuridão existe?
Professor:
- Claro que existe.
Aluno:
- Você está errado senhor, a escuridão também não existe. A escuridão é na realidade ausência de luz. A luz nós podemos estudar, mas não a escuridão. O mal não existe. É a mesma coisa da escuridão e do frio. Deus não criou o mal. O mal é o resultado do que acontece quando o homem não tem o amor de Deus presente em seu coração.
(Albert Einstein) 

    - Coloquei o vídeo aqui em baixo.  Até a ciência pode comprovar a existência desse Deus que eu tanto amo! 
video

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Pelo menos hoje


Tudo que eu queria era um abraço,
Tudo o que queria era ficar em paz e saber que nada de mal vai mais me afligir
Só queria passar vinte quatro horas sem ter com o que me preocupar,
Sem ter que chorar.
Tudo que eu queria é que hoje fizesse sol,
E que eu pudesse andar na beira do mar, sentindo a brisa carregar meus cabelos, e ter a leve impressão que o mundo é o melhor lugar para se viver.
Eu queria ter alguém – que agora está longe – aqui ao meu lado, só para eu poder derramar algumas lágrimas em silêncio.
Porque as palavras, as vezes, não dizem nada e um toque diz muito mais que todas elas juntas.
Sei que hoje queria poder acreditar que tudo vai ser melhor. Que até as dez da noite eu vou fazer tudo o que eu preciso fazer. E depois disso vou poder dormir. Dormir um sono bem leve longe dessas preocupações que não me deixam pensar em mim.


Selinhos aqui